VÍDEOS MAIS RECENTES

[Vídeos][grids]

E SE FOSSE FEITO NOS AÇORES?

[E se fosse feito nos Açores][bsummary]

ENGLISH VIDEOS

[Mr. Helfimed][bsummary]

VLOGS

[Vlog helfimed][twocolumns]

Descoberta

Fiz ontem uma pequena descoberta que restituiu alguma da minha fé na humanidade.

Ora bem, estava eu a tomar duche, dado que era o dia 31 do mês, quando reparei no meu champô. O meu champô, como qualquer produto do género, traz no verso as publicidades do costume. Só que enquanto a maior parte das outras marcas opta por anunciar um daqueles novos compostos que aparecem todas as semanas e que farão toda a diferença (tipo: “L’Oreal, agora com extractos de pele de pénis de andorinha, para um cabelo mais saudável”), o meu champô opta por fazer publicidade honesta. Ora vejam:
É ou não é muito à frente? É que o meu champô não é o melhor, nem mesmo o segundo melhor para queda. O meu champô é o Nº 3, e ostenta-o com orgulho! E não só admite que é o Nº 3, como ainda usa palavras bonitas como "escamação" sem qualquer receio que tal possa fazer o seu utilizador sentir-se, sei lá, leproso.


É refrescante ver este tipo de publicidade, e acho mesmo que as restantes marcas e instituições o deviam adoptar.


Não seria tão bom ouvir slogans como “Banif Açores, a força de acreditar, que as taxas Euribor ainda vão chegar aos 20%”, ou “PSD: Melhor é Possível… no Iraque”?


Pensem em outros slogans bonitos e coloquem-nos aí nos comentários... ou talvez não.

Sem comentários: